Língua Portuguesa: o Acordo Ortográfico na prática

Entenda como o Acordo Ortográfico interfere na Língua do nosso País

Texto Roberto Melo Mesquita, Sérgio Simka e Maria Aparecida Silva Simka | Adaptação Isadora Couto | Foto Shutterstock 

O Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, assinado em 1990 pelos membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa e já aprovado também pelo Brasil, que já está em vigor. Produto do trabalho de especialistas dos vários países lusófonos, o Acordo, que tem como objetivo unificar a ortografia em todos os países de língua portuguesa (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, Timor-Leste e São Tomé e Príncipe), foi assinado em Lisboa, no dia 16 de dezembro de 1990, após longo trabalho desenvolvido pela Academia de Ciências de Lisboa e pela Academia Brasileira de Letras, desde 1980. Timor Leste aderiu ao Acordo em 2004. Cabo Verde ratificou-o em fevereiro de 2006 e São Tomé e Príncipe, em dezembro do mesmo ano. O Acordo teve ainda a adesão de observadores da Galícia.

 

Esse Acordo defende a unidade essencial da língua portuguesa e o aumento de seu prestígio internacional, pondo um ponto final na existência de duas normas ortográficas divergentes e ambas oficiais: uma no Brasil e outra nos restantes países de língua portuguesa.  Atualmente, o Português é a única língua do mundo ocidental falada por mais de duzentos milhões de pessoas com mais de uma ortografia oficial.  A unificação ortográfica deverá acarretar alterações na forma de escrita de 1,6% do vocabulário usado em Portugal e de 0,5% no Brasil.  O Acordo é, de uma forma geral, positivo. Unifica a ortografia do português e simplifica algumas regras tanto de acentuação como do hífen. Palavras como ideia, linguiça e micro-onda passam a ser escritas dessa forma. No entanto, é sempre bom lembrar que o Acordo unifica a ortografia, mas não mexe na língua. E a Língua Portuguesa, como toda língua de cultura, é a expressão maior de nossa cidadania.

 

 

Revista Conhecimento Prático Língua Portuguesa | Ed. 57