ENEM 2017: saiba o que pode cair e como se preparar

Veja quais são os tópicos mais recorrentes na prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias do ENEM

Texto Camila Alexandrini * | Adaptação Giovanna Henriques | Foto 123RF

Com o ENEM chegando, entendemos como a rotina de estudos deve estar pesada, mas você está se preparando da forma correta? Sabe quais são as possíveis matérias do caderno de Língua Portuguesa? Conversamos com a professora Camila Alexandrini do cursinho preparatório Me Salva! que deu várias dicas importantes sobre a prova, acompanhe!

À partir da análise das últimas provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias do ENEM, selecionamos os tópicos mais recorrentes nessa área do conhecimento! Abaixo, cada tópico está acompanhado de uma questão da prova de 2016, a qual exemplifica a abordagem curricular do Exame Nacional! Vamos lá?

 

  1. Figuras e Funções da Linguagem

 Alternativa correta: D

Uma das habilidades mais solicitadas na prova de Linguagens é “analisar a função da linguagem predominante nos textos em situações específicas de interlocução” (Matriz de Referência – ENEM). É este o caso da questão acima! Temos um texto da Profa. Marisa Lajolo e, no enunciado, a identificação da função da linguagem nele presente. Cabe ao estudante fazer a relação: quais são as marcas textuais que identificam a metalinguagem? Já que o próprio texto fala do ato de leitura, não é a linguagem pensando seus efeitos de sentido? Linguagem em uso para elaborar a si mesmo: isso é metalinguagem. Vale a pena, então, dar uma boa revisada nas funções da linguagem, aproveitando para relembrar as figuras de linguagem! Sempre vão aparecer pela prova!

 

2. Gêneros textuais

Alternativa correta: A

 

A prova do Exame Nacional busca desenvolver habilidades que também repensem nosso estar no mundo! No fim das contas, esse é o papel do saber, certo? Abaixo temos uma questão que, por meio de uma campanha publicitária, nos faz refletir sobre o consumo consciente. A educação cidadã está em toda prova do ENEM, fique atento! Além disso, o enunciado desta questão propõe o trabalho com a seguinte habilidade: “reconhecer em textos de diferentes gêneros, recursos verbais e não-verbais utilizados com a finalidade de criar e mudar comportamentos e hábitos” (Matriz de Referência – ENEM). Em outras palavras, para mandar bem aqui é necessário: ter um bom conhecimento sobre diferentes gêneros textuais, estar atento à leitura das palavras e das não palavras (sinais, símbolos, imagens e etc) e reunir as informações para a construção de um sentido possível ou mais evidente.

 

3. Literatura Brasileira

 

 

Alternativa correta: A

 

A apresentação da literatura brasileira na prova do ENEM pode se dar de diferentes maneiras. Podemos ler todas as publicações de um(a) autor(a); podemos estudar os períodos históricos e culturais de produções literárias; podemos conhecer todos os detalhes do processo estético das obras e não nos sairmos bem na prova! Por que isso acontece? Tudo está em relação! O estudante deve “estabelecer relações entre o texto literário e o momento de sua produção, situando aspectos do contexto histórico, social e político” (Matriz de Referência – ENEM).Vejam a questão acima! (a) Precisamos ler a poesia de João Cabral, nosso poeta da pedra; (b) Precisamos relacionar a publicação de “Psicologia da composição” com as demais informações presentes na questão e, por fim, (c) compreender que a recriação poética se dá por meio da palavra flor.

 

4. Interpretação de Textos

 

Alternativa correta: D

 

É inevitável: na prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias do ENEM, assim como em todo exame, nossas competências e habilidades leitoras vão estar sempre presentes. A questão acima é apenas um exemplo de avaliação da compreensão leitora dos estudantes, cujo objetivo é o entendimento do ponto de vista do texto “A internet existe sem pirataria?”, o qual repensa a noção de propriedade intelectual: “[…] mas nem sempre essa distribuição gratuita lesa os donos dos direitos autorais”. Nas provas do ENEM, vamos precisar ler e interpretar não só recursos expressivos das linguagens da literatura, da dança, da música, do teatro e etc, mas também gráficos, tabelas, infográficos que percorrem toda a prova. Uma dica importante é não considerar tais textos construções de sentido estanques, sentido é sempre negociação. Leia não só o texto, mas também os intertextos, as margens textuais, o não-dito.

 

5. Construção do Sentido 

 

 

Alternativa correta: B

 

E a gramática cai na prova? Caberia aqui pensar de que gramática estamos falando e quais os pressupostos do ensino de língua materna compreendidos nessa gramática em questão. De qualquer forma, se considerarmos a representação das normas linguísticas em diálogo com a língua em uso pelos sujeitos falantes, vamos encontrar o apoio desta abordagem gramatical no exame nacional. Em outras palavras, para serve a pontuação, como na questão acima? Para a construção do sentido do implícito. Nesse caso, a constatação do abismal – aquilo que até a língua recusa ser cúmplice.

 

6.Variação Linguística

 

Alternativa correta: B

 

E, para finalizar essa revisão dos tópicos mais recorrentes na prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias no ENEM, a competência 8 da Matriz de Referência do Exame Nacional: “Compreender e usar a língua portuguesa como língua materna, geradora de significação e integradora da organização do mundo e da própria identidade”. O que ela nos diz? Pela língua nos construímos como sujeitos – históricos, culturais, políticos -, ou melhor, somos sujeitos e nossa língua carrega os rastros de nossa história, de nossa cultura, de nossas relações de poder e saber na sociedade. A variação linguística é só um dos tópicos possíveis nesta abordagem – a de preferência no ENEM -, mas, fique atento, nossa língua pode percorrer outros campos do saber. Desse encontro, nem a língua nem seus falantes saem ilesos.

 

Referência
Matrizes de Referência ENEM. MEC. 

*Graduada em Letras (Licenciatura em Português e Literatura de Língua Portuguesa) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2010), Mestra em Letras (Literatura Comparada) pela mesma universidade (2013) e Doutora em Letras (Teoria da Literatura) pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2017), Camila Alexandrini dá aulas de português no cursinho preparatório Me Salva!.